Segunda, 19 de Outubro de 2020 21:09
(84)99999999
Pedro Velho Tá Rolando no whats:

Dejerlane teria pago 10 mil reais para matar Junior Balada, denuncia ex-marido em agosto deste ano.

A denuncia teria acontecido em agosto e, até o momento, não tem relação com a tragédia de segunda, 5.

07/10/2020 12h08 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Grupos de Whatsapp
Dejerlane teria pago 10 mil reais para matar Junior Balada, denuncia ex-marido em agosto deste ano.

O fato veio a tona logo após a tragédia que acabou com duas pessoas mortas e um baleado e ferido a faca, em Pedro Velho.

Não se fala em outra coisa nos grupos de whatsapp na cidade. Fotografias de uma declaração à corregedoria feita pelo ex-marido de Dejerlane Macêdo, datado de 7 de agosto de 2020 estão sendo compartilhadas na rede social whatsapp. Este documento, que denuncia a candidata a reeleição, (fotografia cujo está em diversos grupos), fala sobre um suposto pagamento, na quantia de dez mil reais, pago em mãos para a pessoa de Ivan, vulgo "Xexéu", como parte de um valor para matar o candidato "porque o JUNIOR BALADA estava atrapalhando a sua reeleição ao cargo de Prefeita", consta no documento.

Gilberto Chaves, ex-marido de Dejerlane procurou Junior Balada "...para comunicar tudo que aconteceu e dizer que a vida do mesmo está em risco, como também a do declarante -(ex-marido)- , por ter convivido com a acusada e saber o quanto ela é capaz de agir para destruir seus inimigos por conotação política ou por interesses particulares." finaliza o depoimento.

Junior Balada fez um B.O., informando que sua vida estava em risco ainda em agosto. Um suposto áudio também está circulando que seria de Dejerlane ameaçando seu ex-marido: "Eu acabo com a minha vida. Mas eu também acabo com a sua. Escute o que eu estou lhe dizendo. Pode registrar aí. Pode registrar, viu? Estou lhe dizendo. Eu, Dejerlane Macêdo está lhe dizendo: Eu acabo com a sua vida, certo?"

Informamos que este fato, até o momento, não tem ligação com o que ocorreu nos últimos dias. Essa informação fica por conta da Polícia Civil, que fará seu trabalho com maestria para elucidar e dar a resposta à população do que ocorreu na última segunda, dia 5.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.